sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Última parte da entrevista do Dr. John Graz na OAB-SP


Carreira


Desde o início de sua carreira o Dr. John Graz foi envolvido na promoção e defesa da liberdade religiosa. 


Por dez anos, Dr. John Graz  foi Diretor de Relações Públicas para a Association Internationale pour la Défense de la Liberté Religieuse, sediada em Berna, Suíça. 

Graz reuniu chefes de estado e líderes religiosos em quase 100 países. Ele foi convidado várias vezes pela ONU e pela UNESCO para participar em simpósios internacionais. Ele publica um relatório mundial anual da Liberdade Religiosa desde 2000.

Posições atuais

Em julho de 1995, o Dr. Graz foi eleito diretor do Departamento de Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da Conferência Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ele tmabém é membro do Conselho de Administração da Fundação John Weidner, e em 2002 foi eleito  Secretário-Geral da Conferência Mundial dos Secretários da Comunhão-dos Cristãos uma conferência de líderes cristãos que representam dois bilhões de cristãos. Ele também é membro do Conselho da Academia Internacional de Liberdade Religiosa. Foi Diretor de Relações Externas do Centro Internacional de Governo e Religião da Universidade Andrews.

Alta Distinção

Em 15 de dezembro de 2004 Dr. John Graz  foi premiado com a Medalha Nacional do Mérito no posto de comandante pelo Presidente da Romênia.

Família

Dr. John Graz cresceu em uma família que aceita a diversidade religiosa. Seu pai era protestante, mas não era um devoto e sua mãe era católica; uma de suas tias era evangélica, e um de seus tios era um adventista do sétimo dia. Todos viviam em harmonia e se respeitavam mutuamente. Para a família de John Graz, a liberdade tem um grande valor. Todos os familiares de sua mãe, irmãos e irmãs se juntaram aos aliados durante a Segunda Guerra Mundial. Um  de seus tios foi morto durante a guerra, e seu avô morreu no campo de concentração de Dachau por ter ajudado judeus e a resistência francesa.

John Graz é casado com Medina Chitty Graz, com quem tem três filhos, que atualmente vivem na Suíça.

Seu tio, John Louis Graz, falecido em 1980, foi um importante artista plástico do Século XX que viveu no Brasil por mais de 60 anos, tendo inclusive participado da Semana de Arte Moderna de 1922.  Casou-se com uma brasileira e fez de Brasil sua pátria.

A presença de brasileiros em sua família aumenta o carinho que Graz tem pelo Brasil. Ele tem declarado que considera o Brasil sua segunda pátria..
Postar um comentário