sexta-feira, 3 de outubro de 2014

PASTOR SEQUESTRADO DURANTE CULTO EM IGREJA NO LESTE DA UCRÂNIA


O Pastor adventista Sergei Litovchenko foi sequestrado por homens armados no sábado durante a realização de um culto de comunhão para os membros. 
LÍDERES DA IGREJA CONVOCAM ORAÇÕES ENQUANTO BUSCAM SABER O PARADEIRO DE LITOVCHENKO.
Silver Spring, Maryland, Estados Unidos | Andrew McChesney/Adventist Review

Um pastor adventista do sétimo dia desaparecido depois de ter sido sequestrado por homens armados durante um culto de comunhão sábado passado numa igreja na região controlado por separatistas no leste da Ucrânia, disseram dirigentes denominacionais locais.

Os homens não identificados, que portavam metralhadoras e usavam camuflagem. invadiram a igreja na cidade de Horlivka em 27 de setembro e apreenderam o Pastor Sergei Litovchenko, informou a Associação União Ucraniana. “Eles interromperam o culto e forçaram os fiéis a se dispersar”, declarava um comunicado. “Pediram ao Pastor Sergei Litovchenko que fechasse a igreja, forçaram-no a entrar num carro, e foram-se tomando rumo desconhecido”.

O incidente ocorreu quando o pastor estava liderando a congregação num culto de comunhão na pequena igreja retangular do local. As igrejas adventistas de todo o mundo comemoraram a Última Ceia de Jesus em 27 de setembro, como é habitual no último sábado de cada trimestre.

Os pistoleiros justificaram suas ações dizendo: “Este é território ortodoxo e não há lugar para várias seitas aqui”, relatava o comunicado da Associação. Eles se recusaram a dizer quem eram e que direito tinham de interromper as atividades da igreja, respondendo sem rodeios às perguntas dos membros da igreja, “Não é da sua conta”.

A Associação União Ucraniana estava tentando descobrir o paradeiro do pastor. “Onde ele está e o que aconteceu com ele é desconhecido”, disse Vassily Nichik, diretor do Departamento de Relações Públicas e Liberdade Religiosa da Associação União do Oeste Russo, que faz fronteira com o leste da Ucrânia. “Por favor, orem por ele”, apelou em sua página no Facebook.

Esse sequestro é um acontecimento preocupante para a Igreja Adventista no leste da Ucrânia, onde confrontos entre separatistas pró-Rússia e forças do governo ucraniano já mataram mais de 3.500 pessoas desde abril. Separatistas, que apoiam a fé ortodoxa e falaram criticamente do protestantismo como uma seita, detiveram vários membros da Igreja no passado, mas sempre foram liberados rapidamente.

Nenhum adventista do sétimo dia foi ferido ou morto no leste da Ucrânia, onde o conflito se reduziu a um cessar-fogo não muito confiável em 5 de setembro. Apenas um edifício da igreja sofreu grandes danos.

John Graz, diretor do departamento de Relações Públicas e Liberdade Religiosa da Igreja Adventista a nível mundial, expressa profunda preocupação com o sequestro e disse que estava confuso sobre por que alguém teria como alvo o pastor. “Nossa igreja é reconhecida oficialmente na Rússia e na Ucrânia, e esperamos que os nossos membros e pastores sejam respeitados pelas autoridades no território do leste da Ucrânia”, disse Graz segunda-feira. “A Igreja Adventista do Sétimo Dia não está envolvida na política, e não entendemos por que deve ser atacada”.
Postar um comentário