domingo, 10 de março de 2013

Diversidade sexual e liberdade religiosa: debate acalorado


Evangélicos e Jean Wyllys debatem sobre liberdade religiosa; clima hostil entre participantes no Mackenzie.
No último dia 28 fevereiro, um debate ocorrido na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, reuniu o diretor honorário da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (ANAJURE) e Procurador Regional da República Dr. Guilherme Schelb e o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Painel de debate entre o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) e o diretor da Anajure Dr. Guilherme Schelb, ocorrido em 28 de fevereiro de 2013.A discussão, intitulada “Liberdade Religiosa e Diversidade Sexual: Um casamento possível?” fez parte de um painel de outros temas políticos, ambientais e econômicos organizada pelo diretório acadêmico da Faculdade de Direito da universidade.

A discussão foi realizada em respeito à liberdade de expressão e ao livre debate de ideias. No entanto, um clima hostil se formou durante discussão entre Schelb eWyllys. Schelb foi vaiado no momento de seu discurso.

“Temos que respeitar as pessoas que têm ideias contrárias às nossas. Criminalizar opiniões contrárias – como querem o movimento gay e o PL 122 – só encontra respaldo histórico no direito nazista alemão. Não podemos aceitar a intolerância, ainda que para defender minorias. Como cristãos, agimos diferente: combatemos o pecado com vigor, mas respeitamos o indivíduo e sua dignidade humana (Gl, 3, 28), independente do que se faça ou fale”, declarou Schelb.
Na apresentação de Wyllys, o Mackenzie o definiu como “militante pelas liberdades civis, atuava nas comunidades eclesiais de base da Igreja Católica. Parceiro dos movimentos LGBT, negro e de mulheres”.
O presidente da Anajure, Dr. Uziel Santana, aifrmou que a Associação se mostrou forte e equilibrada durante o debate, ao defender e contrapor pontos importantes da discussão gay. A universidade, entretanto, não liberou a transcrição do debate.
Fonte: Christian Post
           Google images

Postar um comentário